O homem propriamente dito deve tomar consciência de sua substância. Assim sendo, o novato passa de um grau para outro, da disciplina corporal para a disciplina emocional e daí para a intelectual. Os três grupos combinam-se para formar um desdobramento progressivo das suas capacidades e de sua compreensão. É importante notar que se trata de etapas e não terminais. A verdade aprendida é sempre proporcional ao nível de compreensão do indivíduo. - PB

A importância de se desapegar do ego - parte 1


Nossa liberação das misérias da vida dependerá inteiramente de nossa libertação do domínio do ego.

Uma importante razão pela qual os instrutores espirituais sempre impunham aos seus discípulos a necessidade de abandonar o ego, de renunciar ao eu, é a de que quando a mente está continuamente preocupada com suas próprias questões pessoais, ela cria uma limitação estreita sobre suas próprias possibilidades. Assim, ela não poderá chegar à verdade impessoal, a qual é bem diferente e está bem distante dos tópicos trazidos pela mente no dia a dia ou ano após ano. Somente ao romper com sua autoimposta estreiteza é que a mente humana poderá chegar à percepção do Infinito, da alma divina que seu ser mais interno é. 

Uma avaliação correta da força do ego mostrará porque alguns aspirantes conseguem tão lentamente seu progresso. 

Para todas as coisas há um preço equivalente. Para se obter a consciência do Eu Superior, pagamos com o que obstrui o caminho – com o sacrifício do ego.

Nenhum ser humano comum conhece de fato a si mesmo. Ele só conhece a IDEIA que faz de si mesmo. Caso queira conhecer seu verdadeiro eu, primeiro deverá se libertar dessa sua ideia falsa sobre si mesmo, desse eu imaginário.

Ele se identifica com todos os movimentos do pensamento, da emoção ou de suas paixões-deixando assim escapar seu verdadeiro ser. 

Sem que haja esse desenraizamento do ego, todas as nossas soluções de nossos problemas, cedo ou tarde, elas mesmas se tornarão problemas. 

Se o ser humano deseja ter acesso constante ao Eu Superior, deverá lembrar-se que isso não vem livre de um alto preço a ser pago – a submissão contínua do ego. 

Sem uma purgação interna, ele meramente transferirá para o nível religioso ou místico, o mesmo egoísmo que expressava no nível materialista. 

Você poderá erradicar muitos preconceitos e eliminar muitas ilusões como assim quiser; mas, se a origem delas – o ego – permanecer, novas ilusões e preconceitos ocuparão o seu lugar. 

Enquanto não for reconhecido e dominado, o ego é Satã, o demônio, o princípio do mal.

Enquanto seu ego for o que estiver na frente em cada situação, ele estará impedindo as suas melhores oportunidades. 

Renascimentos, memórias, poderes ocultos – todas essas coisas existem e continuarão a existir porque elas perpetuam o ego; o elemento do qual deveríamos tentar escapar. 

A consciência como ego nos separou da Origem. Mas não precisa ser assim para sempre. Através da busca espiritual, poderemos chegar mais e mais perto da reintegração do ego com sua Origem, a qual a partir de então agirá através de nós.

Poderá gostar de

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O curandeiro não "faz" ou "dá" algo ao paciente, mas ajuda-o a voltar para o Todo, para o caminho da "Unidade" com o Universo; neste "encontro" o paciente se torna mais completo, e isto é cura. Nas palavras de Arthur Koestler: "Não há linha divisória nítida entre a auto-reparação e a auto-realização". - Lawrence LeShan

Observe, você não é aquilo que você pensa que é. Você não é somente aquilo que seu o seu meio ambiente lhe fez. Há mais realidade em si do que aquela que lhe é dada social e externamente. Você possui outra personalidade bastante diferente daquela que você mesmo tem certeza de que você é. — Gopi Krishna

A meditação em si, não é o Caminho. O Caminho é o CONTATO! A meditação apenas serve de meio para atingirmos o silêncio interior, onde o CONTATO é feito. — Joel S. Goldsmith

"Senhor, como uma ovelha perdida que anda de um lado para outro, procurando o caminho, também eu te procurava no exterior, quando Tu estavas em mim... Percorri ruas e praças da cidade deste mundo, buscando-Te sempre... e não Te encontrei porque em vão procurava fora o que estava dentro de mim." - Agostinho

"A paz que você procura está no silêncio que você não faz"

"Melhor seria viver apenas um único dia no aperfeiçoamento de uma boa vida em meditação do que viver cem anos de forma má e com uma mente indisciplinada.

Melhor seria viver apenas um único dia na busca do entendimento e da meditação do que viver cem anos na ignorância e na imoderação.

Melhor seria viver apenas um único dia no começo de um diligente esforço do que viver cem anos na indolência e inércia.

Melhor seria viver apenas um único dia pensando na origem e na cessação do que é composto do que viver cem anos sem pensar em tal origem e cessação.

Melhor seria viver apenas um único dia na percepção do estado Imortal do que viver cem anos sem tal percepção.

Melhor seria viver apenas um único dia conhecendo a Doutrina Excelsa do que viver cem anos sem conhecer a Doutrina Excelsa". — O Buda, dos DHARMMAPADA

Velai incessantemente para que não haja em vosso coração nenhum pensamento, nem insensato, nem sensato: não tardareis a reconhecer os estrangeiros, isto é, os primogênitos dos egípcios. — Hesíquio, o Sinaíta (Século VIII)