O homem propriamente dito deve tomar consciência de sua substância. Assim sendo, o novato passa de um grau para outro, da disciplina corporal para a disciplina emocional e daí para a intelectual. Os três grupos combinam-se para formar um desdobramento progressivo das suas capacidades e de sua compreensão. É importante notar que se trata de etapas e não terminais. A verdade aprendida é sempre proporcional ao nível de compreensão do indivíduo. - PB

A importância de se desapegar do ego - parte 2


Enquanto o ser humano estiver apegado à crença de que seu ego é real e permanente, ou pensa e age como se o fosse, ele continuará a estar apegado às posses materiais e aos desejos mundanos. Pois um é a raiz do outro.

Se quiser o melhor do que a vida lhe possa oferecer, ele deverá, em retorno, oferecer o melhor que possui – deverá oferecer a si mesmo. Não poderá haver nesta oferta, para que ela seja aceita, quaisquer reservas ocultas ou subterfúgios astutos. 

O ego terá de ser descartado antes que o Eu Superior possa ser descoberto.

Esse pequeno ego poderá sofrer diante da verdade tão dura e implacável. Mesmo assim, no final, ele deverá reconhecer que a verdade não e tão implacável, pois ela se encaixa perfeitamente dentro da ordem divina. 

Somente quando o ego houver definhado é que ele conhecerá o que a verdadeira paz interna é. 

O Eu Superior sempre exige esta relação consciente; o ego sempre se recusa a cumprir com tal exigência. 

Enquanto o eu inferior se julga sábio o suficiente para tomar todas as decisões e solucionar todos os problemas, sempre haverá uma barreira entre ele e o Poder Superior. 

O ser humano só pode manter um pensamento  de cada vez na mente . Mesmo quando parece manter dois pensamentos diferentes (ao fazer duas ações diferentes simultaneamente), uma análise mais acurada evidenciará que as ideias são sucessivas, embora tão rápidas que pareçam estar juntas. Utilizando tal constatação, se evidenciará que é devido à manutenção do pensamento do seu ego pessoal separado, SOMENTE, que ele se vê impedido de chegar à identificação com o Eu Superior. Não foi dito isso, de outra maneira, por Jesus?

Essas injúrias causadas ao ego são o preço que teremos de pagar para obter as bênçãos do Eu Superior. 

Teremos que adquirir um padrão de conhecimento que transcenda a mera opinião individual. Só poderemos fazer isso, entretanto, se percebermos as coisas de forma impessoal, e não pessoal. Se excluirmos o ego de nossas medições e cálculos. 

Aquele que vive totalmente dentro do seu ego, vive num mundo fechado, embora dentro de si mesmo. Ele não poderá adquirir o conhecimento direto do Eu Superior divino assim como nenhuma experiência confirmatória daquelas verdades apresentadas nas revelações dos grandes profetas. Esta é uma das razões porque duvida ou mesmo se opõe a elas. 

Deveremos descobrir a verdade sobre quem de fato somos na medida em que descubramos o erro de acreditarmos que somos o ego e somente ele. Essa descoberta acontecerá e nos levará ao caminho da realização e da liberação somente na extensão em que a vivamos; pois a filosofia não será filosofia a não ser que seja posta em prática na vida.

Poderá gostar de

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O curandeiro não "faz" ou "dá" algo ao paciente, mas ajuda-o a voltar para o Todo, para o caminho da "Unidade" com o Universo; neste "encontro" o paciente se torna mais completo, e isto é cura. Nas palavras de Arthur Koestler: "Não há linha divisória nítida entre a auto-reparação e a auto-realização". - Lawrence LeShan

Observe, você não é aquilo que você pensa que é. Você não é somente aquilo que seu o seu meio ambiente lhe fez. Há mais realidade em si do que aquela que lhe é dada social e externamente. Você possui outra personalidade bastante diferente daquela que você mesmo tem certeza de que você é. — Gopi Krishna

A meditação em si, não é o Caminho. O Caminho é o CONTATO! A meditação apenas serve de meio para atingirmos o silêncio interior, onde o CONTATO é feito. — Joel S. Goldsmith

"Senhor, como uma ovelha perdida que anda de um lado para outro, procurando o caminho, também eu te procurava no exterior, quando Tu estavas em mim... Percorri ruas e praças da cidade deste mundo, buscando-Te sempre... e não Te encontrei porque em vão procurava fora o que estava dentro de mim." - Agostinho

"A paz que você procura está no silêncio que você não faz"

"Melhor seria viver apenas um único dia no aperfeiçoamento de uma boa vida em meditação do que viver cem anos de forma má e com uma mente indisciplinada.

Melhor seria viver apenas um único dia na busca do entendimento e da meditação do que viver cem anos na ignorância e na imoderação.

Melhor seria viver apenas um único dia no começo de um diligente esforço do que viver cem anos na indolência e inércia.

Melhor seria viver apenas um único dia pensando na origem e na cessação do que é composto do que viver cem anos sem pensar em tal origem e cessação.

Melhor seria viver apenas um único dia na percepção do estado Imortal do que viver cem anos sem tal percepção.

Melhor seria viver apenas um único dia conhecendo a Doutrina Excelsa do que viver cem anos sem conhecer a Doutrina Excelsa". — O Buda, dos DHARMMAPADA

Velai incessantemente para que não haja em vosso coração nenhum pensamento, nem insensato, nem sensato: não tardareis a reconhecer os estrangeiros, isto é, os primogênitos dos egípcios. — Hesíquio, o Sinaíta (Século VIII)