O homem propriamente dito deve tomar consciência de sua substância. Assim sendo, o novato passa de um grau para outro, da disciplina corporal para a disciplina emocional e daí para a intelectual. Os três grupos combinam-se para formar um desdobramento progressivo das suas capacidades e de sua compreensão. É importante notar que se trata de etapas e não terminais. A verdade aprendida é sempre proporcional ao nível de compreensão do indivíduo. - PB

A abertura da consciência à verdade

A leitura de livros e o estudo bíblico é o primeiro passo do caminho pelo qual abriremos nossa consciência ao influxo da Verdade espiritual. O segundo passo é nossa união com aqueles que estão no caminho e, especialmente, com aqueles que já estão um passo à frente de nós. Dentro e fora de seus eus, esses passos não são o Espírito, mas nos levam de volta ao reinado de Deus dentro de nosso próprio ser. Eles nos fazem lembrar nossa verdadeira identidade, nos conduzindo de volta, longe do mesmerismo do mundo que tentava atrair-nos para as crenças da humanidade. Esses passos que tomamos são auxílios e ajudar para nos manter no centro de nosso ser, até que, finalmente, cheguemos ao ponto onde poderemos andar sobre as águas sem ajuda exterior. 

A essência de nosso trabalho é chegar àquele lugar onde o Espírito Santo pode vir até nós, não através de um livro ou de um professor, mas através da MANIFESTAÇÃO E REVELAÇÃO DE NOSSO PRÓPRIO SER INTERIOR. Nós, neste trabalho, devemos evitar a necessidade de afirmação que Jesus tinha de fazer a seus seguidores: "Se eu não for, não virá a vós o Consolador". Em outras palavras: "Enquanto vocês contarem comigo como uma pessoa, enquanto vocês insistirem em vir a mim com todo paciente que não puderem curar, ou com todo pedido que não puderem atender, e continuarem olhando para mim para que eu o faça por vocês, a plenitude desta revelação não virá a vocês". Devemos reconhecer nossa verdadeira identidade como a totalidade de Deus em manifestação. 

Há um passo mais adiante, e este é o da meditação. É através da meditação e na meditação que, essencialmente, nos pomos em contato com o reino de Deus dentro de nosso próprio ser. Durante grande parte de nossas vidas falamos sobre Deus, falamos sobre o Espírito Santo, falamos sobre a Alma e falamos sobre o Cristo. Mas poucos entre nós realmente conheceram a Deus, a Alma, ou o Cristo. Para a maioria de nós, estes ainda são termos de algo distinto e à parte de nosso próprio ser, algo que esperamos, essencialmente, perceber ou atingir. Nesse trabalho, tão logo quanto possível, tentamos terminar com esse pensamento sobre Deus como distinto e à parte de nosso ser, para continuar falando sobre Cristo ou rezando a Cristo ou a Deus, e tentamos chegar tão rápido quanto podemos à percepção de Deus — a uma experiência de Deus. 

Pois Deus pode ser sentido AQUI E AGORA. Deus é uma realidade presente, um ser vivente. Deus não é algo distante. Como o poeta nos diz: "Deus está mais próximo do que a respiração, mais perto do que as mãos e os pés". Não é necessário atravessar a vida falando sobre Deus, esperando, rezando pelo dia que encontremos Deus — às vezes, até mesmo rezando para morrer, a fim de encontrar Deus. NÃO, NÃO E NÃO! Pode se sentir Deus AQUI E AGORA. Deus é uma Alma vivente. Deus é um ser vivente. Deus é uma luz viva. Em vez de toda a universalidade e impessoalidade de Deus, Deus pode se tornar ÍNTIMO E PESSOAL para nós. Por esta razão, Abraão foi capaz de conhecer Deus como Amigo, Jesus foi capaz de conhecer Deus como Pai. Muitos dos grande mestres hindus reconheceram Deus como Mãe, e metafísicos contemporâneos se referem a Deus como Pai-Mãe. Todos eles revelam Deus de um modo íntimo e ainda como a realidade interior de nosso ser. 

Joel Goldsmith    

Poderá gostar de

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O curandeiro não "faz" ou "dá" algo ao paciente, mas ajuda-o a voltar para o Todo, para o caminho da "Unidade" com o Universo; neste "encontro" o paciente se torna mais completo, e isto é cura. Nas palavras de Arthur Koestler: "Não há linha divisória nítida entre a auto-reparação e a auto-realização". - Lawrence LeShan

Observe, você não é aquilo que você pensa que é. Você não é somente aquilo que seu o seu meio ambiente lhe fez. Há mais realidade em si do que aquela que lhe é dada social e externamente. Você possui outra personalidade bastante diferente daquela que você mesmo tem certeza de que você é. — Gopi Krishna

A meditação em si, não é o Caminho. O Caminho é o CONTATO! A meditação apenas serve de meio para atingirmos o silêncio interior, onde o CONTATO é feito. — Joel S. Goldsmith

"Senhor, como uma ovelha perdida que anda de um lado para outro, procurando o caminho, também eu te procurava no exterior, quando Tu estavas em mim... Percorri ruas e praças da cidade deste mundo, buscando-Te sempre... e não Te encontrei porque em vão procurava fora o que estava dentro de mim." - Agostinho

"A paz que você procura está no silêncio que você não faz"

"Melhor seria viver apenas um único dia no aperfeiçoamento de uma boa vida em meditação do que viver cem anos de forma má e com uma mente indisciplinada.

Melhor seria viver apenas um único dia na busca do entendimento e da meditação do que viver cem anos na ignorância e na imoderação.

Melhor seria viver apenas um único dia no começo de um diligente esforço do que viver cem anos na indolência e inércia.

Melhor seria viver apenas um único dia pensando na origem e na cessação do que é composto do que viver cem anos sem pensar em tal origem e cessação.

Melhor seria viver apenas um único dia na percepção do estado Imortal do que viver cem anos sem tal percepção.

Melhor seria viver apenas um único dia conhecendo a Doutrina Excelsa do que viver cem anos sem conhecer a Doutrina Excelsa". — O Buda, dos DHARMMAPADA

Velai incessantemente para que não haja em vosso coração nenhum pensamento, nem insensato, nem sensato: não tardareis a reconhecer os estrangeiros, isto é, os primogênitos dos egípcios. — Hesíquio, o Sinaíta (Século VIII)